Boa noite Cairo! – Por Sabrina Saraiva

Chegamos ao Cairo! Aqui estamos há 4 horas na frente do Brasil. De cara, já posso dizer que é um lugar mágico onde se respira história e cultura que deixa o passado ser presente e o tempo voa. Que cidade incrível!

Para aproveitar melhor sua chegada ao Cairo, o ideal é estar num ponto alto da cidade no final da tarde e curtir dois momentos bacanas.

Um, é o fim do dia, com um pôr do sol que colore os céus da cidade.

O outro, a noite, quando as luzes da capital são acesas.

As luzes do Cairo são maravilhosas. Por ser uma cidade muito turística e com um povo bem animado, a noite no Cairo é cheia de atrações gastronômicas e culturais.

UMA EMOCIONANTE VISITA AO MUSEU DO CAIRO

Nosso primeiro passeio na cidade  foi ao  Museu de Antiguidades Egípcias, mas que costuma ser chamado de Museu Egípcio ou Museu do Cairo.

O lugar se consagrou como um dos principais pontos turísticos de todo o Egito. Não há roteiro — mesmo o mais básico — que deixe de lado essa visita. Ignorar o museu seria o mesmo que visitar Paris sem conhecer o Louvre!!!

O museu fica localizado na Praça Tarhir que sempre foi considerada uma das áreas mais visitadas pelos turistas. Ao redor dela, estão importantes prédios públicos. Nele, centenas de milhares de relíquias estão guardadas, cuidadas e expostas para gente do mundo inteiro.

O museu permanece intacto e é fortemente protegido contra ataques. O prédio atual abriga os 120 mil itens — não todos em exibição — desde 1902.

        “Oh, espera aí, Sabrina Saraiva. Você diz “desde 1902”. Mas não há o tal do novo Museu do Cairo?

Sim. O novo museu é um projeto grandioso (que tal faraônico?), como a Antiguidade Egípcia merece. E muito moderno. Fica em Gizé, perto do complexo das Grandes Pirâmides e da Esfinge. Passei algumas vezes em frente da construção e fiquei impressionado.

A inauguração foi adiada várias vezes. Espera-se, agora, que aconteça em 2019. Aliás, justamente por causa dessa nova unidade, você corre o risco de não ver algumas peças no museu atual, durante os próximos meses, porque elas serão transferidas aos poucos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *