Música, cultura e religiosidade no Cairo – Por Sabrina Saraiva

O Cairo é uma cidade que não para. Durante a noite é possível fazer quase de tudo, de compras até cortar o cabelo pois muitos comércios funcionam praticamente 24 horas ou no mínimo até 2 da manhã, a noite as ruas ficam lotadas de gente comprando, comendo, como se fosse de dia. Além disso, há também claro, os tradicionais estabelecimentos noturnos como restaurantes, bares e danceterias.

Ontem à noite fomos assistir um concerto Opera House.  Para fazer esse passeio fomos de Uber tuc-tuc, que tem preços mais baixos que os táxis, que já são baratos!

CAIRO OPERA HOUSE

Foi muito legal ver a influência de vários estilos musicais na música egípcia. Assistimos o show do renomado artista de jazz egípcio Yehia Khalil. O pioneiro do Jazz é conhecido por combinar músicas com ritmos orientais! Um espetáculo maravilhoso!

Yehia Khalil é amplamente considerado como o pai fundador do Oriental Jazz! Ele fundou o Cairo Jazz Quartet – a primeira banda de jazz da história egípcia – quando ele tinha apenas 13 anos de idade.


Após o grande sucesso da banda, Yehya viajou para os Estados Unidos para prosseguir seus estudos em música. Confira um pouquinho deste show!

A INCRÍVEL FÁBRICA DE PAPIRUS

Outro passeio bem bacana e de um aprendizado incrível foi  a nossa visita na  fábrica de Papirus. Foi muito interessante entender que  este foi o primeiro papel do mundo há  mais de 2000 mil anos!

 A FAMOSA MESQUITA DE ALABASTRO

Esta mesquita é chamada mesquita de Alabastro por ter muitos detalhes nesta pedra. Ela fica situada dentro do castelo de Saladino, um lugar alto que proporciona uma vista muito bonita da cidade do Cairo.

Essa mesquita que também é o túmulo de Mohammed Ali, um grande governante do Egito, foi construída entre 1830 e 1848 e é uma das mais proeminentes do Cairo, sendo visível de longe por causa da sua posição elevada e tamanho colossal. Para achar o sentido de Meca, sempre é preciso buscar a direção do nascer do sol.

Feita de pedra calcária, mas o andar inferior e pátio é de alabastro com até 11,3 metros

Histórias Curiosas – A lenda sobre a escolha do local para construir a cidadela é bem curiosa. Saladino queria escolher um lugar estratégico e de bom ar no Cairo para construir a fortificação. Ao achar um local, realizou um teste: pendurou um pedaço de carne em um espaço aberto até constatar que o pedaço ficou apodrecido depois de um dia e uma noite, decidindo então selecionar outro lugar. Ao encontrar o local da cidadela atual, repetiu a mesma experiência. O pedaço de carne estragou depois de dois dias e duas noites. Considerou o lugar perfeito climaticamente e mandou levantar as construções ali.

A IGREJA DE ALEXANDRIA

Estamos agora visitando a Igreja Copta Cristã Ortodoxia de Alexandria – a mais antiga do país. De acordo com a tradição, a igreja foi estabelecida no Egito por volta do ano de 42 d.C.. É uma igreja ortodoxa oriental, isto é, uma igreja cristã que, por não aceitar o Concílio de Calcedónia, não está em comunhão com a Igreja Ortodoxa, nem com a Igreja Católica.

As missas ocorrem duas vezes por semana, nas sextas e domingos.

As missas ainda hoje são rezadas em duas línguas: Árabe e a língua Copta que é a língua egípcia antiga.